domingo, 2 de agosto de 2009

Vírgilio Ferreira

Vive o instante que passa. Vive-o intensamente até à última gota de sangue. É um instante banal, nada há nele que o distinga de mil outros instantes vividos. E no entanto ele é o único por ser irrepetível e isso o distingue de qualquer outro...»

2 comentários:

HSLO disse...

Nossa que destino. Eu também sou educador, trabalho com a parte adminstrativa da educação. Estou agora na luta em busca de um mestrado. É meu próximo sonho que quero realizar.

Eu linkei o seu blog no meu.

Abraços

Leonor Lourenço disse...

Força aí. Bom trabalho :). Obrigada
Leonor