domingo, 26 de julho de 2009

"Roubo" assumido do blog rerum natura

MAs que fica tão bem neste blog... A estrelinha Sírio quis tanto !

"Ouvir estrelas (Via Láctea)" do poeta brasileiro Olavo Bilac (1865-1918):

Ora direis ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso"! E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto...

E conversamos toda a noite, enquanto
A via láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora! "Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?"

E eu vos direi: "Amai para entendê-las:
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas".

Olavo Bilac

1 comentário:

aurea disse...

Lindo, Lindo!...Concordo plenamente que quem não ama, não entende, nem só as estrelas...
É preciso amar, gostar de viver,fazer os outros felizes, para saber apreciar o que de belo há ao nosso dispor. Linda!
bjo