sexta-feira, 17 de julho de 2009

De Paz com a Lua - A ajuda de Pedro Abrunhosa


A Aúrea, amiga que aceitou o meu convite para ir até ao Pinhal das Artes ver a história da Estrelinha e criação de uma canção a partir desta e que ficou encantada com toda a magia deste espaço, dizia-me que na história eu tinha maltratado a Lua pois esta era a má da fita.
Disse-me de seguida: "mas sabes eu gosto muito da Lua, a sério. Acho-a tão bonita".
Ora, nos contos há sempre a personagem que tenta impedir o desenvolvimento da acção do heroi (veja-se a propósito o livro Morfologia do Conto de Vladimir Propp),é a sua função.

Calhou ser a lua a desenpenhar esse papel, mas na verdade também eu adoro a lua. Foi uma experiência extremamente gratificante ter a convite do meu amigo Fernando Martins, do blog Geo Leiria, ido observá-la com o telescópio na Escola José Saraiva. De facto, apetecia-me oferecer-me para dar o novo "passo gigantesco" para a humanidade ou pelo menos subir para tocar a lua.

Referi inclusivé aqui no meu no blog um livro fantástico sobre a Lua. Ou seria em filme? Já não me recordo bem...
Pois decidi pedir publimente desculpa à Lua e fazer as pazes de vez.
Também ofereço esta música à Aurea, amiga poeta defensora da Lua.



Retirado do blog Geo Leiria

Já agora vejam o livro "A que sabe a lua?" de Leo Lionni- Magnífico

2 comentários:

Léo disse...

A lua é bela demais... age como uma mãe no céu... Ela é linda... Amo-a também. A Lua dos amantes me encanta.

Direto do Brasil.
Beijos.

Sonia Schmorantz disse...

Muito obrigado por tua presença em meu blogger, devo dizer que gosto muito de vir aqui, esta pureza e a alegria que aqui encontro, contaminam beneficamente meu dia.
beijos e lindo final de semana